Luz solar e vitamina D podem prevenir câncer de cólon

Tomar sol matinal pode ser mais benéfico do que se pensa. Pesquisas feitas na Holanda e publicadas no International Journal of Epidemiology apontam que o câncer de cólon é mais freqüente em regiões com pouca incidência solar. Essa constatação tem motivado novos estudos envolvendo a vitamina D3 (colecalciferol), já que o metabolismo dela poderia atuar como um protetor contra a doença. A D3 é produzida pelo óleo natural da pele, após a exposição ao sol.

A vitamina D também é encontrada em óleos de fígado de peixes e laticínios, por isso em alguns países com inverno rigoroso a legislação obriga que os fornecedores de leite industrializado a acrescente ao produto. A proteção do organismo contra o câncer colo-retal também pode ser feita com as vitaminas A, E e C, e com micro-nutrientes como selênio (encontrado em grãos, cereais, nozes, castanhas, frutos do mar, fígado) e cálcio (presente nos derivados do leite e todos os vegetais). São antioxidantes que ajudam a eliminar do organismo os radicais livres tóxicos que poderiam induzir a transformação de uma célula normal em outra maligna.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *