Prevenção

Fique Atento!

O ato de comer é fundamental para uma nutrição adequada. Deste modo, uma dieta equilibrada deve ser diversificada e rica em todos os nutrientes: vitaminas, ferro, eletrólitos, proteínas e fibras.

O ideal é ingerir líquidos nos intervalos das refeições. Este hábito é muito importante para a hidratação e regularidade do ritmo intestinal. Beba, no mínimo, dois litros de líquidos por dia.

Alguns pacientes podem ter doenças que exijam alguma restrição alimentar – obesos, diabéticos, hipertensos e portadores de doenças renais crônicas são exemplos. As restrições de determinados alimentos como açúcar, sal, gorduras, quando necessárias, devem seguir orientação de médicos ou nutricionistas. Leia mais

Prisão de ventre

Cerca de 90% dos casos de prisão de ventre são caracterizados pelos maus hábitos de vida, que incluem alimentação inadequada, sedentarismo, pouca ingestão de água, fibra, além do estresse.

A primeira providência para melhorar o funcionamento intestinal é mudar os hábitos alimentares. É importante ingerir de 25 a 35 gramas de fibras ao dia. O consumo de água também é muito importante, já que o líquido contribui para formação do bolo fecal. O correto é consumir pelo menos oito copos de água por dia.

E lembre-se: praticar atividade física contribui para o funcionamento intestinal, principalmente, quando os exercícios trabalham a região abdominal. Se você sofre de prisão de vente, procure melhorar os hábitos de vida. Realize refeições com frutas, verduras e legumes, e faça atividades físicas. Se após um mês ainda não perceber mudança significativa, procure um médico.

Fibras

As fibras alimentares são as porções comestíveis de plantas ou carboidratos resistentes à digestão e absorção no intestino delgado, que passam por um processo de fermentação completa ou parcial no intestino grosso dos seres humanos. As ações fisiológicas benéficas das fibras no organismo são: melhoram os níveis de glicose e do colesterol no sangue além de regularem a função intestinal. As fibras alimentares têm diferentes características quanto a sua ação no organismo. A celulose, fibra solúvel, presente nas frutas com cascas, farelo de trigo, feijão, verduras, milho verde, soja entre outros, apresentam um efeito de reter água nas fezes, aumentar o volume das fezes, favorece o peristaltismo do cólon aumentando o número de evacuações e consequentemente reduz a pressão dentro da luz intestinal. A hemicelulose, fibra insolúvel, presente no gérmen de trigo, milho verde, amendoim também apresenta os mesmos efeitos sobre o intestino citados anteriormente. A lignina, fibra insolúvel encontrada no farelo de trigo, verduras tem papel de fixação dos ácidos biliares sendo pouco fermentável.